English Version

Álcool e a saúde feminina

24 Fevereiro 2023

Além do alcoolismo, o consumo abusivo de álcool entre as mulheres pode aumentar o risco para outros problemas de saúde

O consumo abusivo de álcool entre as mulheres vem aumentando nos últimos anos. E embora o uso nocivo de álcool por qualquer pessoa apresente sérios problemas de saúde (individual e pública), as mulheres possuem um risco maior de certos problemas relacionados ao álcool em comparação aos homens.

É importante que as mulheres estejam cientes de que os efeitos do álcool na saúde feminina desdobram-se para além do alcoolismo. E isto tem preocupado vários especialistas de saúde no Brasil e no mundo, uma vez que o consumo abusivo também tem crescido entre as mulheres brasileiras.

Dados da publicação do CISA Álcool e a Saúde dos Brasileiros – Panorama 2022 mostraram que mais de 23% dos óbitos atribuíveis ao álcool em 2020 foram de mulheres, sendo a faixa etária mais atingida a de mulheres de 55 anos e mais (71%).

 

 

Segundo a Organização Mundial da Saúde (2018), 1,6% das mulheres brasileiras preenchem critérios para abuso ou dependência de álcool. E, ao observar todas as causas de óbitos atribuíveis ao álcool entre as mulheres, os transtornos mentais representam a nona principal causa dessas mortes em 2020 (5%).

 

Por que as mulheres têm maiores riscos em comparação aos homens?

As mulheres possuem uma estrutura corporal e uma composição biológica diferente dos homens, possuindo menos água no corpo e menos enzimas no fígado que metabolizam o álcool. Por conta disso, o álcool tende a ficar mais concentrado no corpo da mulher aumentando sua probabilidade de desenvolver problemas com níveis de consumo mais baixos e/ou em idade mais precoce do que os homens.

 

Quais são os riscos para a saúde?

Além do alcoolismo, o consumo abusivo de álcool entre as mulheres pode aumentar o risco de câncer de mama e afetar negativamente a fertilidade. Também pode aumentar alguns efeitos colaterais da menopausa quando associado a terapia hormonal

Portanto, é importante ficar de olho no seu consumo de álcool e, se decidir beber, limite seu consumo a uma dose por dia e, homens, a até duas doses por dia para manter os riscos de problemas de saúde causados pelo álcool em um nível baixo.

 

Veja outros assuntos de como o álcool pode afetar a saúde da mulher:

 

Efeitos do álcool no organismo feminino

Impactos do álcool na saúde da mulher

Consumo de álcool e distúrbios do sono em mulheres

Efeitos do álcool e ciclo menstrual

Rua do Rócio, 423 Salas 1208/1209
São Paulo - SP - 04552-000

Tel: +55 11 91257-6108

Dúvidas: contato@cisa.org.br
Parcerias: parcerias@cisa.org.br

Assine o nosso Boletim

CISA, Centro de Informações sobre Saúde e Álcool