Setembro amarelo: mês de prevenção ao suicídio

30 agosto, 2021

 

Setembro é o mês de prevenção ao suicídio. Veja quais são as recomendações da OMS.

 A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconhece o suicídio como uma prioridade de saúde pública. O primeiro relatório da organização sobre o assunto, “Prevenção do suicídio: um imperativo global”1, publicado em 2014, incentiva os países a desenvolver ou reforçar estratégias de prevenção com abordagem multisetorial. Mas, segundo a organização, poucos países incluíram a prevenção ao suicídio entre suas prioridades de saúde.

Em um documento mais recente da OMS, estima-se que mais de 700 mil pessoas morreram por suicídio no ano de 20192. Cerca de 77% destes óbitos ocorreram em países de média e baixa renda2,3. A literatura sugere que fatores econômicos e sociopolíticos são fundamentais para explicar diferenças entre taxas de suicídios em diferentes localidades. Há também diferenças importantes entre grupos populacionais, pois cada um possui desafios distintos e reage de forma diferente a possíveis fatores relacionados à decisão de se tirar a própria vida4.

 Além disso, a OMS salienta que, além de uma forte conexão entre suicídio e transtornos mentais em geral, muitas tentativas de suicídio ocorrem em momentos de crise, provavelmente em decorrência de uma capacidade reduzida de lidar com estressores. Devido a isso, adolescentes e jovens adultos estão em especial risco, pois as habilidades para lidar com estressores ainda estão em desenvolvimento. Buscando ofertar as melhores intervenções, a OMS elaborou um documento intitulado “LIVE LIFE”5, um guia de implementação que salienta quatro medidas com forte evidência de  sucesso em prevenção de suicídio:

- Limitar o acesso a meios de suicídio (por exemplo: armas de fogo e pesticidas);

- Interagir com veículos midiáticos para relatos responsáveis de casos de suicídio;

- Fomentar habilidades para lidar com estressores em adolescentes;

- Identificar, de maneira precoce, e ajudar quaisquer pessoas que apresentem comportamentos suicidas.

 

É importante reconhecer que o uso nocivo de álcool está relacionado ao aumento da impulsividade e, com isso, à ampliação do risco de suicídio. Por esse motivo, a OMS explicita a necessidade de interações com políticas públicas de combate ao consumo nocivo de álcool. Para a situação brasileira, é preocupante que a quantidade de pessoas que consomem álcool de maneira abusivanão esteja sofrendo redução ao longo do tempo6. As medidas de prevenção ao suicídio devem ocorrer com o amparo de políticas públicas que visem a redução do consumo nocivo de bebidas alcoólicas.

Para saber mais sobre consumo de álcool e seus riscos associados, Baixe gratuitamente a publicação "Álcool e a Saúde dos Brasileiros - Panorama 2021". Clique aqui!

 

Additional Info

  • Referências:
    1. OMS. Preventing suicide: A global imperative [Internet]. 2014 [cited 2021 Aug 24]. Available from: https://www.who.int/publications/i/item/9789241564779
    2. World Health Organization (WHO). Suicide worldwide in 2019: global health estimates. 2021;Licence: CC BY-NC-SA 3.0 IGO.
    3. OMS. Key Facts - Suicide - WHO [Internet]. 2021 [cited 2021 Aug 24]. Available from: https://www.who.int/news-room/fact-sheets/detail/suicide
    4. S B. Epidemiology of Suicide and the Psychiatric Perspective. Int J Environ Res Public Health [Internet]. 2018 Jul 6 [cited 2021 Aug 31];15(7). Available from: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29986446/
    5. LIVE LIFE: An implementation guide for suicide prevention in countries [Internet]. [cited 2021 Aug 24]. Available from: https://www.who.int/publications/i/item/9789240026629
    6. CISA. Álcool e a Saúde dos Brasileiros: Panorama 2021 [Internet]. 2021 [cited 2021 Aug 24]. Available from: https://www.cisa.org.br/index.php/biblioteca/downloads/artigo/item/304-panorama2021

A gente usa cookies para melhorar a sua experiência no site. Ao continuar navegando, você concorda com os nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Você tem a opção se deseja permitir ou não. Observe que, ao rejeitá-los, poderá limitar sua experiência no site.