Efeitos à saúde causados pelo álcool e status global de doenças

16 novembro, 2005

O uso de álcool está relacionado a uma ampla gama de danos físicos, mentais e sociais.

O consumo de bebidas alcoólicas afeta praticamente todos os órgãos do organismo e está relacionado a mais de 60 doenças.

Os danos do uso do alcool à saúde está na dependência dos seguintes aspectos:

. Volume de álcool consumido
. Padrão de consumo
. Efeitos bioquímicos
. Intoxicação
. Dependência química

A maneira como o etanol afeta a saúde do indivíduo depende do padrão de consumo e do volume ingerido. O volume médio consumido relaciona-se principalmente a consequências em longo prazo à saúde. Os vários tipos de acidentes, assim como mortes violentas, relacionam-se essencialmente ao padrão de consumo do álcool.

Na realidade uma mesma quantidade de bebida alcoólica pode ser consumida ao longo de uma semana durante as refeições ou então pode ser consumida de uma só vez durante o final de semana. No segundo caso, o dano ao organismo e a sociedade é significativamente maior. Daí a importância de se identificar e controlar tanto o padrão de consumo de bebidas alcoólicas (quantidade e frequência de uso) quanto o volume de álcool ingerido.

Algumas patologias são totalmente atribuídas ao uso de bebidas alcoólicas. Outras sofrem forte influência dessa substância, como cirrose hepática e pancreatite crônica. Em outros casos, como no câncer de mama, a origem da enfermidade é multifatorial, ou seja, o álcool faz parte de um conjunto de variáveis que atuam de maneira sistêmica.

A ingestão abusiva de álcool está diretamente associada a um aumento no risco de acidentes de trânsito, quedas, queimaduras, lesões associadas à atividades esportivas e recreativas assim como lesões resultantes de violência interpessoal. Há evidências que indicam também que a presença de álcool no corpo está relacionada ao aumento na gravidade das lesões e acidentes com pior prognóstico de recuperação.

Nos países desenvolvidos 9,2% de todo o ônus de doenças é atribuído ao álcool, superado apenas pelo uso de tabaco e hipertensão arterial. Nos países em desenvolvimento com padrões de mortalidade relativamente baixos, tais como o Brasil, 6,2% de todo o ônus de doenças é responsabilidade das bebidas alcoólicas. Já nos países em desenvolvimento com elevados padrões de mortalidade, como a África e regiões do sudeste Asiático, 1,6% desse ônus é provocado pelo etanol.

Os fatores de maior risco para a saúde nesses países são desnutrição, prática de sexo inseguro, condições sanitárias precárias e acesso à água potável inadequadas.

Presume-se que à medida que o desenvolvimento econômico aflorar nessas nações, o impacto causado pelo uso de álcool na saúde irá aumentar

Enquanto ele acarreta prazer e sociabilidade para alguns, em outras circunstâncias leva a consequências danosas. Em termos globais, os problemas decorrentes do uso de álcool acometem vidas e comunidades de diversas nações.

Additional Info

  • Fonte:

    Organização Mundial de Saúde (OMS), Global Status Report on Alcohol 2004 (www.who.int/substance_abuse/publications/alcohol/en/)

Rua do Rócio, 423 Salas 1208/1209
São Paulo - SP - 04552-000

Tel: +55 11 3842.3388
contato@cisa.org.br

Assine o nosso Boletim

Copyright © 2020. CISA, Centro de Informações sobre Saúde e Álcool