Saiba quais são as situações em que qualquer quantidade de álcool pode ser prejudicial e os motivos dessa orientação.

Não é novidade que a cerveja é a bebida favorita dos brasileiros. Segundo a Organização Mundial da Saúde, é consumida por 61,8%. Agora, que ela pudesse causar a morte de pessoas, contudo, foi algo que deixou os consumidores assustados e com muitas dúvidas a respeito da segurança em relação ao seu consumo.

A partir do dia 17/8, aulas atualizadas com pesquisas sobre os impactos da pandemia de COVID-19 no consumo de álcool estarão disponíveis na plataforma eAulas da USP.

Página 2 de 2