Desafios em hospitais psiquiátricos durante o surto de coronavírus na China

16 abril, 2020

Riscos de contaminação por coronavírus para pacientes em tratamento psiquiátrico.

Segundo artigo publicado no International Journal of Biological Sciences, mais de 300 pacientes chineses com transtornos psiquiátricos foram diagnosticados com a doença causada pelo novo coronavírus (COVID-19). Os possíveis motivos, citados no estudo, foram a falta de cautela em relação ao surto de COVID-19 em janeiro de 2020 e o fornecimento insuficiente de equipamentos de proteção.

Sabe-se que os hospitais podem ser focos de transmissão de doenças, principalmente para pacientes de risco, como portadores de diabetes, idosos, com o sistema imunológico deprimido, ou que foram submetidos a procedimentos invasivos como cirurgias. Os riscos de transmissão de COVID-19 para essas populações têm sido amplamente pesquisados e difundidos. Entretanto, ainda pouca atenção tem sido direcionada aos pacientes em tratamento de doenças psiquiátricas. De acordo com o artigo, essa falta de atenção foi responsável pela contaminação de 323 pessoas com o coronavírus, de acordo com dados divulgados em 18 de fevereiro de 2020 pela Comissão Nacional de Saúde da China.

Pacientes psiquiátricos podem ser mais suscetíveis a surtos virais graves em comparação com pacientes em outras unidades de saúde, já que, nos hospitais onde são tratados, frequentemente compartilham banheiros e espaços comuns para refeições, e participam de atividades em grupo que aumentam o contato entre eles. Devido ao seu estado mental prejudicado, podem ainda apresentar condições deficientes de autocuidado e adoção de medidas protetivas contra infecções. Além disso, também podem sofrer efeitos colaterais dos medicamentos psicotrópicos, o que os torna mais vulneráveis à COVID-19 e suas complicações.

Mesmo os pacientes não hospitalizados correm riscos significativos, pois muitas vezes precisam se deslocar por longas distâncias para obtenção dos medicamentos necessários ao tratamento, ou participam de reuniões de grupos de apoio que envolvem o contato com diversas pessoas. Além disso, é preciso lembrar que a pandemia e a quarentena decorrente aumentaram o risco de que pessoas desenvolvam transtornos mentais, como depressão e ansiedade, sobretudo pacientes com suspeita ou diagnóstico de COVID-19, seus contatos próximos e profissionais de saúde que atuam na linha de frente do combate à doença. Em resposta, a Comissão de Saúde Nacional da China estabeleceu equipes de intervenção psicológica em muitos hospitais psiquiátricos para lidar com o problema, mas ainda assim, os recursos foram insuficientes, segundo os pesquisadores, e criaram uma pressão inédita no sistema de saúde mental chinês.

Nesse sentido, algumas estratégias são recomendadas pelos pesquisadores para os hospitais psiquiátricos e a comunidade em geral para a diminuição do risco de contágio da COVID-19:

  • provimento de equipamento de proteção e treinamento adequado para os profissionais de saúde;
  • informações de qualidade para pacientes e funcionários sobre os riscos de transmissão do vírus;
  • redução das visitas de familiares;
  • cuidado redobrado com medidas básicas de prevenção, como lavar as mãos;
  • medição regular da temperatura corporal de todas as pessoas que passarem pelos hospitais;
  • evitar atividades em grupo.

 

No Brasil, redes de apoio psicológico à distância foram criadas, e grupos de apoio mútuo já existentes, como Álcoólicos Anônimos (A.A.), suspenderam as atividades presenciais e passaram a realizar as reuniões online, de modo que os participantes não ficassem sem suporte durante o período de quarentena. Para mais informações sobre as reuniões de recuperação à distância, visite o site do AA: https://www.aa.org.br/

Additional Info

  • Referências:

    Xiang YT, Zhao YJ, Liu ZH, Li XH, Zhao N, Cheung T, Ng CH. The COVID-19 outbreak and psychiatric hospitals in China: managing challenges through mental health service reform. Int J Biol Sci 2020; 16(10):1741-1744.

  • Autor(es): Xiang YT e colaboradores
  • Fator de impacto da revista: 4.067
  • D.O.I.: 10.7150/ijbs.45072
  • Título(s) original(is): The COVID-19 outbreak and psychiatric hospitals in China: managing challenges through mental health service reform.
  • Fonte:

    http://www.ijbs.com/v16p1741.htm

Rua do Rócio, 423 Salas 1208/1209
São Paulo - SP - 04552-000

Tel: +55 11 3842.3388
contato@cisa.org.br

Assine o nosso Boletim

CISA, Centro de Informações sobre Saúde e Álcool