Consequências positivas e negativas relacionadas ao uso de bebidas alcoólicas por estudantes

18 julho, 2004

Artigo recente publicado na "Addictive Behaviors" relata os resultados da pesquisa que examinou a natureza e a frequência das consequências negativas e positivas relacionadas ao uso de bebidas alcoólicas por estudantes universitários.

Enquanto as consequências negativas do uso de álcool entre estudantes universitários são bem conhecidas, pouco se sabe sobre o relacionamento entre estas consequências e os padrões de consumo de álcool. E mais, quase nenhuma pesquisa tem sido realizada para analisar as consequências positivas relacionadas ao uso de álcool pelos estudantes.
Este artigo relata os resultados da pesquisa que examinou a natureza e a frequência das consequências negativas e positivas relacionadas ao uso de bebidas alcoólicas, o relacionamento entre estas consequências e os variados padrões de consumo de álcool e o impacto destas consequências sobre a intenção dos estudantes em continuar a beber.

Participaram da pesquisa 263 estudantes de graduação matriculados em algum curso do Departamento de Psicologia da Universidade de Connecticut, EUA, (104 homens, 159 mulheres; idade média: 19,1). Os participantes responderam perguntas sobre a quantidade e frequência de uso de bebidas alcoólicas no último mês, e quanto ao uso pesado de álcool: quão frequentemente beberam em excesso (cinco ou mais drinques numa única ocasião), sentiram-se sob o efeito do álcool e ficaram embriagados.

Os autores citam vários estudos que mostram que as principais consequências negativas relacionadas ao uso de álcool por esta população são: desentendimentos pessoais envolvendo ofensas e violência, sexo não planejado e/ou consentido, e problemas legais (dirigir embriagado, sofrer acidentes de carro e vandalismo). Já as positivas são: redução da tensão emocional, melhora na performance das atividades, facilitação de contato social, esquecimento de problemas, sentir-se mais sexy e ter boas idéias.

Os resultados mostram que o uso de álcool por estudantes universitários produz variadas, e em alguns casos, extremamente sérias, consequências negativas. As principais são: ficar de ressaca ou doente e beijar e/ou praticar sexo não planejado ou consentido. Por outro lado, os estudantes relatam também que experimentam muitas consequências positivas e que estas muitas vezes são mais frequentes e importantes do que as negativas. As principais foram: divertir-se, relacionar-se com outras pessoas e expressar-se mais facilmente
Finalmente, os participantes relatam que tanto as consequências positivas como as negativas podem influenciar sua decisão de beber no futuro, de variados modos.
A autora conclui que programas de prevenção devem incluir estratégias que tentem mudar as expectativas positivas relacionadas ao uso do álcool, apesar de difícil implementação, estas estratégias mostraram ser eficazes em situações experimentais. Outro aspecto importante que deve ser considerado é a incorporação da redução das consequências negativas aos objetivos da prevenção e não somente a redução do consumo de álcool.

Additional Info

  • Autor(es): Crystal L. Park
  • Fator de impacto da revista: 1.1
  • D.O.I.: 10.1037/0893-3200.18.2.319
  • Título(s) original(is): Positive and negative consequences of alcohol consumption in college students
  • Fonte:

    Addictive Behaviors 29 (2004) 311-321, 2004 (http://www.sciencedirect.com)

Rua do Rócio, 423 Salas 1208/1209
São Paulo - SP - 04552-000

Tel: +55 11 3842.3388
contato@cisa.org.br

Assine o nosso Boletim

Copyright © 2020. CISA, Centro de Informações sobre Saúde e Álcool